Perfil do Profissional de IC

04Set

Autor: ABRAIC

A Inteligência Competitiva pode ser entendida como o conhecimento do ambiente da organização e de seu macroambiente, aplicado a processos de tomada de decisão, nos níveis estratégicos e táticos ou, como sendo, a informação analisada sobre os principais atores que tem implicação no processo de tomada de decisão da organização. Ou como o processo informacional proativo, ético e legal, que conduz à tomada de decisão, estratégica ou negocial. É um processo sistemático que visa descobrir forças que regem os negócios, reduzir o risco e conduzir o tomador de decisão a agir proativamente, bem como proteger a informação produzida.

Nesse contexto o profissional de IC esperado pela ABRAIC deverá ter a capacidade de captar, filtrar, tratar, recuperar, distribuir e disseminar informações de tal forma que a Inteligência Competitiva passe a ser atividade vital para qualquer organização da sociedade, nos âmbitos internacional, nacional e local, privado ou público.

É desejável que seja um estrategista, com capacidade de captação, compreensão, análise crítica e interpretação da realidade, e seu trabalho será democratizar essa informação, transformando-a em instrumento de educação e progresso. É desejável, também, que seja apaixonado pelo que faça, sonhe grande e goste das palavras mágicas: “Conectividade, Convergência, interatividade, velocidade, inovação, incerteza, hipercompetição e hiperinformação”.  Afinal, que seja capaz de detectar, a milhares de quilômetros, um terremoto no mercado e prevenir sua empresa da tsunami”.

Nas empresas, sua principal missão será transformar a informação em conhecimento e ação.